Top 20 piores serial killers brasileiros

Você já viu “Jack, o estripador” ou “O silêncio dos inocentes”? Gosta de seriados como “Força-tarefa”, “CSI”, “Lei e Ordem” e “Criminal Minds”? Histórias de crimes macabros, mentes perversas, que a gente acha que é apenas ficção e dão aquela adrenalina! Pois saiba que a realidade pode ser bem mais cruel! Os criminosos em série existem, sim, e aos montes, inclusive em terras brasileiras. Se você tem sangue frio, o Macaco lista para vocês os 20 maiores serial killers do Brasil.

20. JOSÉ RAMOS, O LINGUICEIRO DA RUA DO ARVOREDO (PORTO ALEGRE, 1863)

linguiceiro
Considerado o primeiro assassino em série do Brasil, seu número de vítimas é desconhecido. Atraía mulheres para seu açougue e, depois de matá-las, as transformava em linguiça…


19. FRANCISCO COSTA ROCHA, O CHICO PICADINHO (SÃO PAULO, 1966 E 1976)

chico-picadinho
Foram 2 vítimas, ambas mulheres, feitas em picadinho (daí seu nome).

18. FEBRÔNIO ÍNDIO DO BRASIL, O FILHO DA LUZ (SÃO PAULO, 1927)

Oficialmente, suas vítimas foram 2 (um homem e um menino), mas ele passou pela cadeia diversas vezes por outros crimes e pode ter tirado a vida de mais gente.

17. JOSÉ AUGUSTO DO AMARAL, O PRETO DO AMARAL (SÃO PAULO, 1926)

preto amaral
É tido como o segundo serial killer brasileiro. Sabe-se que atacou 3 rapazes, sendo dois menores, mas suspeita-se de outros crimes.

16. JOÃO ACÁCIO PEREIRA DA COSTA, O BANDIDO DA LUZ VERMELHA (SÃO PAULO, ANOS 1960)

bandido-luz-vermelha
Um dos mais famosos do Brasil (inspirou até um filme), vitimou pelo menos  4 pessoas. Ironicamente, acabou morto numa briga pouco tempo depois de ter sido libertado da prisão.

15. ANDRÉ LUIZ CASSIMIRO, O ESTRANGULADOR DE JUIZ DE FORA (MINAS GERAIS, 1995)

Foram 5 ou mais mulheres enforcadas e violentadas, que tinham entre 58 e 77 anos.

14. EDSON ISIDORO GUIMARÃES, O ENFERMEIRO OU ANJO DA MORTE (RIO DE JANEIRO, 1999)

Atuando num importante hospital público da cidade do Rio de Janeiro, tirou a vida de pelo menos 5 pacientes.

13. CIRINEU CARLOS LETANG, O MATADOR DE TRAVESTIS (SÃO PAULO, 1992 E 1993)

Cirineu Carlos Letang
O ex-PM da Rota – força especial da polícia paulista – foi preso duas vezes por executar travestis. São 6 vítimas conhecidas.

12. PAULO SÉRGIO GUIMARÃES DA SILVA, O MANÍACO DE NOVO HAMBURGO (RIO GRANDE DO SUL, 1998 A 1999)

Também conhecido como Maníaco da Praia do Cassino, atacou 4 casais, fez 7 vítimas e deixou uma menina de 14 anos tetraplégica.

11. FRANCISCO DE ASSIS PEREIRA, O MANÍACO DO PARQUE (SÃO PAULO, 1997 A 1998)

maniaco-parque
maniaco do parque
Outro dos casos mais famosos do país. Foram pelo menos 7 mulheres que, ainda por cima, foram violentadas.

10. DOUGLAS BAPTISTA, O MANÍACO DE SANTOS (SÃO PAULO, 1992 A 2003)

Atacou 8 crianças, com idades entre 5 e 12 anos.

9. ANESTOR BEZERRA DE LIMA, O MATADOR DE TAXISTAS (SÃO PAULO E MINAS GERAIS, 2004)


Pegava o táxi, fazia corridas longas e dava sumiço nos motoristas. Foram 9 vítimas confirmadas, mas é suspeito de 11.

8. EUDÓXIO DONIZETE BENTO (PRESIDENTE PRUDENTE, SÃO PAULO, ENTRE 1989 E 1999)

Assassinou e violentou pelo menos dez pessoas, entre homens, mulheres e meninas.

7. JOSÉ DA PAZ BEZERRA, O MONSTRO OU ESTRANGULADOR DO MORUMBI (SÃO PAULO, FINAL DOS ANOS 1960 E INÍCIO DOS 1970)

Em um caso que chocou a época, pelo menos 10 mulheres foram brutalmente enforcadas.

6. BENEDITO MOREIRA DE CARVALHO, O MONSTRO DE GUAIANAZES (SÃO PAULO, 1950 A 1953)

monstro-guaianzes
Gostava de meninas. Foram 11 mortes que incluíram violência sexual, além de pelo menos 18 vítimas de abusos.

5. ADRIANO DA SILVA, O MONSTRO DE PASSO FUNDO (RIO GRANDE DO SUL, ENTRE 2002 E 2004)

Atacou 12 ou mais meninos, com idades entre 8 e 13 anos.

4. FORTUNATO BOTTON NETO, O MANÍACO DO TRIANON (SÃO PAULO, ENTRE 1986 E 1989)

Foram 13 vítimas, todas homens, com idades entre 30 e 60 anos, bem sucedidos e homossexuais. Atuava nas imediações do Parque Tenente Siqueira Campos, na cidade de São Paulo.

3. MARCELO COSTA DE ANDRADE, O VAMPIRO DE NITERÓI (NITERÓI E BAIXADA FLUMINENSE, ENTRE 1992 E 1993)

vampiro-niteroi
Vitimou 14 ou mais meninos com idades entre 6 e 13 anos.

2. FRANCISCO DAS CHAGAS RODRIGUES DE BRITO (ALTAMIRA, PA, E SÃO LUÍS, MA, ENTRE 1989 A 2004)

Um dos maiores assassinos do país, tirou a vida de 42 meninos entre 6 e 15 anos.

1. PEDRO RODRIGUES FILHO, O PEDRINHO MATADOR (MINAS GERAIS E SÃO PAULO, A PARTIR DE 1968)

pedrinho-matador
O maior homicida do país pode acumular mais de 100 homicídios. São 71 confirmados, sendo 47 nos presídios pelos quais passou (tem um gosto por assassinar outros criminosos).
Compartilhe:

Michel Belli

Poste um Comentário:

0 comments so far,add yours