Vigilante apontado como serial killer tem 14ª condenação por homicídio
Tiago Henrique responde há mais de 30 mortes, em Goiânia 
O vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha, de 28 anos, apontado como serial killer, foi condenado a 25 anos de prisão pela morte do ajudante de pedreiro Michel Luiz Ferreira da Silva, de 27 anos. A vítima dormia em uma rua do setor Campinas, em Goiânia, quando foi morto com um tiro.

Tiago foi condenado por homicídio qualificado, por motivo torpe e sem chance de defesa para a vítima. Para o promotor do Ministério Público, Maurício Gonçalves de Camargos, Tiago cometeu o crime apenas para descarregar as emoções. “A motivação para o assassinato é a mesma da série de mulheres mortas”, aponta.

O crime aconteceu no dia 12 de dezembro de 2012. Michel tinha saído de uma clínica de recuperação para dependentes químicos e não voltou para casa, dormindo na rua. Ele foi morto por um homem em uma moto, que atirou contra ele. Uma câmera de segurança registrou o momento do crime.

A mãe de Michel, Edna Ferreira, disse que, apesar de, na época, a polícia e as investigações considerarem a vítima como moradora de rua, o filho vivia com ela, a irmã e o padrasto, em Aparecida de Goiânia. “Ele tinha 27 anos, era ajudante de pedreiro, mas acabou mexendo com coisa errada, era usuário de drogas. Quando ele não estava em casa, é porque ele estava na clínica de recuperação. Mas nesse dia, ele dormiu na rua, não voltou para casa e aconteceu isso com ele. Não voltou mais”.

Além da mãe da vítima, a delegada Flávia Santos também prestou depoimento. Ela investigou o caso na época. “Confrontamos a bala encontrada no corpo da vítima com as balas encontramos em outros moradores de rua e o exame mostrou que elas saíram da mesma arma. Quando prenderam o Thiago, ele disse que estava no local do crime no dia, mas que não se lembrava de ter matado o Michel. Mas vimos o vídeo desse crime e da morte de outros moradores de rua e a dinâmica é a mesma, o jeito de andar, o tipo físico”, afirmou.

Família de vítima do serial killer acompanhou o julgamento
Condenações

O vigilante Tiago Henrique ficou conhecido como o serial killer de Goiânia por ser apontado como responsável por mais de 30 assassinatos na capital. Com a sentença desta quinta-feira, já são 14 condenações por homicídio.

>>> Relembre o caso Tiago Henrique Gomes da Rocha - Serial killer de Goiânia

Preso desde outubro de 2014, em Aparecida de Goiânia, o vigilante também já cumpre pena por roubo e porte ilegal de arma.

A Justiça também já condenou o réu a 12 anos e 4 meses de prisão em regime fechado por ter assaltado duas vezes a mesma agência lotérica do Setor Central, na capital goiana. Juntas, as penas do vigilante somam 343 anos e 10 meses.

Vigilante apontado como serial killer é julgado por morte de ajudante de pedreiro


Compartilhe:

Michel Belli

Poste um Comentário:

0 comments so far,add yours