Para quem está por fora sobre o que foi a peste negra, epidemia dessa doença matou cerca de um terço da população da Europa, isso em meados do século XIV.

Para quem está por fora sobre o que foi a peste negra, epidemia dessa doença matou cerca de um terço da população da Europa, isso em meados do século XIV. Como na época as cidades tinham uma péssima higiene, a doença estava em um lugar propício para a sua propagação. Lixos e excrementos eram facilmente encontrados na rua, isso sem citar as casas pequenas e lotadas e na quantidade de ratos existia.
peste negra
peste negra
Bom, como muita gente tem um conhecimento raso sobre tal epidemia.Então, confiram agora a nossa lista com as 7 verdades que você não sabia sobre a peste negra:

1 - Como a peste negra chegou a Europa?

Pois bem caros leitores, essa doença terrível chegou a Europa, mas como? A bactéria vinha da China, e entrou na Europa mais ou menos em 1348 por meio de navios mercantes. Como na época as pessoas tinham pouco conhecimento sobre tal assunto e a medicina ainda era, digamos, precária, a doença se espalhou muito rápido.

2 - Como era transmitida?

Na época, as pessoas não se preocupavam muito com a higiene, as ruas e casas eram repletas de lixo, o que fez com que os ratos começassem a se proliferar. E foi aí que as pessoas cometeram um grande erro. Isso porque a doença se proliferou na época através das pulgas que continha a bactéria da peste, chamada Yersinia pestis. Mas o que os ratos tem a ver com isso? O fato é que as pulgas, por sua vez, eram "transportadas" por ratos, já que elas se hospedavam nos roedores. Porém, as rotas do comércio, peregrinações e o turismo também ajudaram na proliferação da doença.

3 - Os sintomas da Peste Negra

Para quem não sabe, a peste negra pode ser tratada facilmente nos estágios iniciais, usando antibióticos e fazendo isolamento do paciente para evitar o contágio. Os sintomas causados pela peste negra são os seguintes:

- Febre alta (40°C), calafrios, vômitos e até convulsão

- Caroços nas axilas e virilha, que podem adquirir cores esverdeadas e azuis (gangrena)

- Tosse com pus e sangue

- Hemorragia em vários órgãos

- Diarreia, náusea ou vômito

- Inchaço, inchaço dos gânglios, catarro, delírio, dor de cabeça, falta de ar, gânglio linfático inchado e sensível, pus ou sangramento

4 - Ele se espalhou para a Noruega quando um navio fantasma encalhou perto de Bergen

A praga se espalhou lentamente, e sua fama chego a Escandinávia antes da doença. O norte da Europa achava que poderia escapar da Peste Negra, mas um navio que saiu da Inglaterra em 1349 mudou a história. O navio estava com uma carga pesada de lã, e levava a doença dentro do navio. O navio acabou encalhando perto do porto norueguês de Bergen, despejando pulgas e ratos no país que estava intocado pela doença. Não se sabe quantas pessoas morreram, mas estimativas sugerem que foi cerca de um terço do país. A partir disso, a doença se espalhou pela Noruega, Suécia e Rússia.

5 - Uma das primeira quarentenas do mundo

A ideia de isolar pessoas doentes remonto o Antigo Testamento, quando os leprosos foram condenados a viver em exílio. Mas um tipo mais formal de quarentena aconteceu na cidade portuária medieval de Ragusa, que hoje se chama Dubrovnik, na Croácia. Em 1377, o conselho da cidade aprovou uma série de leis que incluíram um período de isolamento de um mês para quem chegava na cidade. Essa ideia se espalhou por mais cidades, e eventualmente, o período de 30 dias acabou passando para 40. Por que? Ninguém sabe. Pode ser por causa do significado bíblico de 40 dias, ou pela ideia grega de que doenças contagiosas precisavam de 40 dias para mostrar sintomas.

6 - Os médicos fizeram de tudo para curar a doença

A comunidade médica ainda era "governada" pela antiga ideia grega de que a doença era causada por desequilíbrios corporais. Eles tentaram de tudo, sangrar as pessoas, queimar ervas, mas nada disso funcionou. Os médicos tentaram também fazer os pacientes beberem vinagre, mel de 10 anos de idade e até mercúrio. Outros tentavam esfregar coisas nos doentes, como pombos, cobras, cebolas e ervas. Como a medicina não era avançada, os médicos tentavam de tudo, mesmo sabendo que não poderia dar certo.

7 - O traje icônico da peste negra

O traje assustador foi criação de um médico da Medici family e da corte real francesa. Charles de L'Orme criou a roupa apenas em 1619, e o objetivo era isolar as os médicos da praga. A cabeça e os pés tinha um revestimento ceroso. As luvas, botas e capa estavam fechadas com couro, e os olhos protegidos com vidro. O bico da máscara estava cheio de ervas, com a esperança de filtrar o ar. Porém, como vocês devem saber, essa roupa nunca funcionou. Vários médicos acabaram morrendo.

E aí, já conhecia todas essas coisas sobre a peste negra? Comente!

Fonte: Canal Seliga

Compartilhe:

Karina Faris

Poste um Comentário: