Alguns dias, tudo o que nós queremos é um pouco de silêncio em um local tranquilo, não é verdade?

silêncio
silêncio
Alguns dias, tudo o que nós queremos é um pouco de silêncio em um local tranquilo, não é verdade? Passamos o dia inteiro ouvindo pessoas falando, telefones tocando, música, ruídos do trânsito e de obras, e pode parecer que não há nada mais necessário para o nosso bem-estar do que algum tempo em silêncio total e completo.

Porém, sabia que se você realmente ficasse no quarto mais silencioso do mundo por menos do que uma hora, você seria capaz de enlouquecer com tanta quietude? Esse quarto existe e fica no Laboratório Orfield, em Minneapolis, nos Estados Unidos.

Projetado para manter longe o máximo de barulho possível e absorver os ruídos em vez de refleti-los, o ambiente tem um nível médio de som de cerca de -9 decibéis, enquanto a maioria de nós percebe que cerca de 30 decibéis é um nível confortavelmente silencioso. Assim você pode imaginar o quão silencioso ele é.

Mas, será que alguém conseguiria ficar muito tempo solitário em um lugar como esse? Passar um tempo sozinho no quarto significa que você não pode ouvir nada além do que os seus próprios órgãos funcionando. Essa pode ser uma experiência tão perturbadora que é capaz de levar uma pessoa a ter alucinações em um tempo recorde de apenas 45 minutos dentro desse espaço.

Mas o que é o silêncio?

silêncio
silêncio 
Conforme citamos acima, pensamos em uma sala com um nível de som de 30 decibéis como sendo um silêncio confortável. Por exemplo, os sons do ambiente de uma cidadezinha tranquila com pássaros cantando, água correndo ao longe e o farfalhar das árvores produz ruídos em torno de 40 decibéis, enquanto o som da nossa respiração é de cerca de 10 decibéis.

O quarto do silêncio do laboratório Orfield, chamado câmara anecóica, tem um nível de som de -9 decibéis. O termo anecóico significa "sem eco" e este local foi especialmente concebido para absorver o som, criando uma quantidade incrível de nada absoluto. As paredes são revestidas com estruturas especiais para esse efeito.

Qualquer som emitido ali dentro, é ouvido exatamente como ele é criado, sem ecos, reflexões ou distorções. A maioria das câmaras anecóicas é construída para as universidades ou centros de pesquisa do governo norte-americano, mas essa propriedade independente do laboratório Orfield está certificada pelo Livro Guinness dos Recordes como o lugar mais silencioso na Terra.

Ironicamente, o local onde fica o laboratório já foi um dia um estúdio de som que acolheu artistas como Bob Dylan e Prince. Agora, é o lar deste quarto profundamente perturbador que tem um propósito prático: testar tecnologias experimentais de componentes para suprimentos médicos e de audição.

As câmaras anecóicas também são utilizadas pela NASA para treinar astronautas a lidar com a total falta de som que eles podem experimentar no espaço.

Os sons do corpo

Uma vez dentro da câmara, o silêncio absoluto é preenchido com o som de seu próprio corpo. Você pode ouvir sua respiração, seu coração batendo, o sangue em suas veias. Você pode ouvir o seu pulso, os seus ossos friccionando uns contra os outros e até a sua pele deslizando sobre os músculos.

Você pode ouvir tendões rangendo, barulhos de seus órgãos e esse é geralmente o ponto em que as pessoas começam a ouvir coisas que não estão realmente lá. O cérebro tenta preencher a falta de som. Isso pode levar a náuseas e ataques de pânico. Sem som, também não há ecos para orientar-se, o que só piora as sensações. E o pior de tudo: para testar a sala do silêncio, é preciso ainda ficar no escuro.

Sem estímulos externos, a coordenação e o equilíbrio falham, as alucinações começam e em poucos minutos, muitas pessoas pedem para sair. A maioria das pessoas que já testaram o quarto anecóico fica extremamente desconfortável após cerca de 30 minutos.

silêncio
silêncio 
Raras vezes alguém durou 45 minutos ou mais, mas isso depende do limite da capacidade de cada pessoa em lidar com tal silêncio completo. O jornalista George Foy, do The Guardian, foi até o laboratório testar a câmara do silêncio e contou a sua experiência:

“Quando a pesada porta se fechou atrás de mim, eu estava mergulhado na escuridão (as luzes podem fazer ruído). Nos primeiros segundos, estar em um lugar tão tranquilo me fez sentir num estado de nirvana, um bálsamo para os meus nervos abalados. Esforcei-me para ouvir algo e não ouvi nada.

Então, depois de um minuto ou dois, eu me tornei consciente do som da minha respiração, então eu prendi a respiração. A batida surda de meu coração tornou-se evidente. À medida que os minutos passavam, comecei a ouvir o sangue correndo em minhas veias. Nossos ouvidos se tornam mais sensíveis em um lugar mais quieto.

Eu fiz uma careta e ouvi o meu couro cabeludo movendo-se sobre meu crânio, o que era estranho, e um ruído metálico raspando que eu não conseguia explicar. Eu estava tendo alucinações? O sentimento de paz foi estragado por uma pontinha de decepção: este lugar não é silencioso de forma nenhuma. Você teria que estar morto para ter silêncio absoluto”.

Passadas essas primeiras sensações, ao contrário de muitas pessoas que testam o local, George conseguiu se acalmar, relaxou e alcançou os 45 minutos dentro da sala. Você conseguiria ficar todo esse tempo?

Fonte: Mega buzz

Compartilhe:

Karina Faris

Poste um Comentário:

0 comments so far,add yours