Ad Section

9 de novembro de 2017

Conheça a esquizofrenia um pouco melhor com estes 13 fatos interessantes

1 – Homens e mulheres de qualquer idade podem desenvolver a esquizofrenia. No entanto, é mais comum que pessoas do sexo masculino apresentem a condição entre os 16 e os 20 anos de idade, e as do feminino entre os 25 e 30 anos.


2 – No caso das mulheres, os especialistas acreditam que o surgimento mais tardio da esquizofrenia esteja relacionado com o aumento nos níveis de estrogênio e progesterona.

3 – Nem todos os pacientes padecem da esquizofrenia da mesma maneira — o que significa que cada indivíduo tem experiências completamente únicas com a condição.


4 – Contudo, apesar de ser comum que os esquizofrênicos sofram de alucinações, as auditivas são as mais frequentes.

5 – Não existe nenhum registro na literatura médica sobre uma pessoa que tenha nascido cega e desenvolvido esquizofrenia.

6 – Existe tratamento para a esquizofrenia, e cerca de 50% dos pacientes que seguem as terapias corretamente percebem melhoras significativas em sua condição ao longo dos anos.

7 – Ainda sobre o tratamento, levantamentos revelaram que 25% das pessoas diagnosticadas com a condição conseguem se recuperar completamente do mal.


8 – Apesar de os esquizofrênicos serem retratados como indivíduos violentos em filmes e séries, na vida real, os pacientes apresentam comportamento imprevisível, mas raramente agressivo.

9 – Muitas pessoas acreditam que os esquizofrênicos têm múltiplas personalidades — o que não é necessariamente verdade. Esse segundo problema geralmente é causado por uma condição diferente, chamado Transtorno Dissociativo de Identidade.

10 – Migrar para outro país pode provocar elevações nos níveis de dopamina no cérebro — e isso faz com que os imigrantes sofram um maior risco de desenvolver esquizofrenia.


11 – Os indivíduos que sofrem de esquizofrenia têm uma enorme dificuldade em manter relações pessoais e, por conta disso, problemas sérios na hora de fazer amigos ou arranjar empregos.

12 – Os diagnosticados com a condição têm problemas para manter a atenção e se lembrar das coisas — o que muitas vezes gera conflitos com os indivíduos de seu convívio pessoal.

13 – Por causa das complicações relacionadas com a condição, é muito comum que os esquizofrênicos se tornem depressivos e apresentem comportamento suicida. Infelizmente, estima-se que 10% das pessoas diagnosticadas com a condição tiram a própria vida.

About Author

Karina Faris
Karina Faris

Has laoreet percipitur ad. Vide interesset in mei, no his legimus verterem. Et nostrum imperdiet nostrum imperdiet appellantur appellantur usu, mnesarchum referrentur id vim.

Subscribe Now

Distributed by Blog Templates