Na tarde deste sábado (4), o Corinthians confirmou sua parceria com a Red Canids por meio de suas redes sociais.
Corinthians oficializa parceria com Red Canids nos esports

O modelo adotado para a união ainda não foi revelado e não se sabe como será o investimento do Timão nos esportes eletrônicos. Rivais da equipe, Santos e Flamengo são outros times do futebol brasileiros que estão na modalidade.
Além da parceria, a Matilha ainda terá outras novidades para a próxima temporada. Especulados no Flamengo, Hugo "Dioud" Padioleau e Felipe "brTT"Gonçalves podem deixar a equipe. Fazendo o caminho inverso, dois sul-coreanos devem chegar para a escalação que disputará o CBLoL em 2018.
A própria Red já tinha dado pistas sobre o negócio, divulgando um vídeo que prometia novidades para o dia 5 e mostrava os jogadores cantando uma versão da música “Bando de Loucos”, criada pela torcida corintiana.
A mensagem do Corinthians revela que mais detalhes serão revelados futuramente.

Timão no esport
A chegada do Corinthians nos esports tem sido grande fonte de especulação recentemente. A informação surgiu pelos sites E-SportTV e Mais Esports e era esperado que o anúncio fosse feito no Arena Corinthians neste domingo (5), porém o clube decidiu fazer a revelação pelas redes sociais.
Diferente do Flamengo, que optou por começar no Circuito Desafiante, como anunciado anteriormente, o Corinthians escolheu firmar uma parceria de um clube participante do CBLoL.
 A Matilha fica responsável por representar o clube de futebol nos esportes eletrônicos, onde atualmente possui equipes de League of LegendsHeroes of the Storm e Vainglory.
Criada no fim de 2015 com a venda da INTZ Red, a Red Canids é considerada uma das equipes mais fortes do cenário brasileiro atual. Apesar de ter ficado na média durante 2016, seu ano de estreia no CBLoL, o time chegou com força e nomes de peso para a Primeira Etapa do CBLoL 2017, conquistando o título e a vaga para o Mid-Season Invitational.
Na Segunda Etapa, apesar de um intenso bootcamp na Suécia, a Matilha acabou caindo nas semifinais contra a Team oNe, que acabou se tornando a grande campeã do split e foi representar o Brasil no Mundial de League of Legends.

Futebol no esport
O Corinthians não seria o primeiro clube de futebol brasileiro a investir no esporte eletrônico. Em 2015, o Santos deu o pontapé inicial na ideia e fez uma parceria com a Dexterity, que permanece ativa até hoje. O Clube do Remo também investiu no League of Legends com a Remo Brave, que disputou o CBLoL em 2016, mas já encerrou a parceria. Outro exemplo são times como Goiás e o Atlético Paranaense, que possuem jogadores de FIFA, além do Flamengo, que decidiu investir pesado e criar sua própria equipe no LoL.

Compartilhe:

Michel Belli

Poste um Comentário: