Agora, caro leitor, quando o assunto é Júpiter, aí a conversa passa para outro nível!

A Terra, nosso planeta repleto de vida e paisagens maravilhosas, é linda. Inclusive quando visto da imensidão do espaço, o nosso mundo (azul) surpreende — e se você precisa de um reforço para se lembrar das belezas do nosso lar, dê uma espiadinha na imagem abaixo:


Agora, caro leitor, quando o assunto é Júpiter, aí a conversa passa para outro nível! Vira e mexe nós compartilhamos por aqui imagens de tirar o fôlego do maior planeta do Sistema Solar, e a verdade é que a beleza do gigante gasoso é simplesmente estonteante.

Nova leva
Prova do que estamos falando são as fotos divulgadas recentemente pela NASA — e que mostram o resultado de registros capturados pela sonda espacial Juno no dia 24 outubro, durante seu oitavo sobrevoo cientifico por Júpiter, e que foram posteriormente tratados por dedicados e talentosos artistas fãs de astronomia.

Recomendamos que você confira a coleção completa através deste link, mas, especificamente, as imagens que vamos compartilhar com você nesta matéria foram tratadas pelo artista Seán Doran. Ele conversou com o pessoal do site Inverse sobre seu trabalho, e revelou que levou cerca de cinco horas para editar os 20 registros liberados pela NASA. Nada mal, né? Veja um dos resultados abaixo:

Ficou curioso em saber como são as imagens do gigante gasoso enviadas pela Juno — antes de elas serem processadas? Elas são mais ou menos assim, ó:


Voltando ao trabalho realizado por Seán, ele contou ao Inverse que costuma usar o Photoshop para tratar as sequências de fotos e vídeo enviados pela Juno, e o After Effects para compilar e processar animações. O artista também falou um pouquinho a respeito de suas impressões sobre Júpiter, revelando que, em sua opinião, a última leva de imagens capturadas pela sonda é inspiradora — e também ligeiramente assustadora.


Isso porque, de acordo com Seán, ao mesmo tempo em que o ambiente do gigante gasoso é extremamente hostil, as paisagens são extraordinariamente belas. Sem falar que os nossos cérebros dificilmente conseguem processar a imensidão de Júpiter que, para que você tenha uma ideia, tem tamanho suficiente para abrigar 1.300 Terras em seu interior!

Mas, chega de curiosidades sobre Júpiter — e confira a seguir mais imagens belíssimas tratadas por Seán. Aliás, se você desejar fazer o download dos arquivos em alta resolução, basta acessar os links listados nas fontes ao final da matéria. (De nada! ;)).







Compartilhe:

Karina Faris

Poste um Comentário: