Se identifica com algum desses aspectos?

Inúmeros objetos jogados pela casa, sujeira acumulada, louça suja empilhando, comidas vencidas na estante, aquela roupa de banho que se usa no dia a dia porque a roupa íntima está suja, aquela gaveta onde se joga as coisas dizendo que no futuro você vai abrí-la e colocar tudo no seu devido lugar…. Se identifica com algum desses aspectos? 


Nossa, é tanta coisa para arrumar que chega a dar agonia. Você se considera uma pessoa bagunceira?

Não só seu quarto, mas os arquivos do seu computador, suas fotos ou sua vida parece sempre voltar ao ponto da bagunça? Bem, talvez você se ache uma pessoa até bem organizada após ler este artigo, cujo assunto tem intrigado bastante a área investigativa da polícia de Nova Iorque.


As autoridades do Brooklyn, estão bastante intrigadas com esse caso bizarro. Foi descoberto recentemente o corpo de um homem em seu quarto. O nome dele era Louis Wolfensohn e ele morreu aos 43 anos. O caso parece normal, não é mesmo? O problema real é que ele já está lá há quase 9 anos e a morte desse homem não foi notificada porque a mãe dele, uma senhora chamada Rita Wolfensohn(abaixo), reportou o desaparecimento do homem após “reparar” que ele tinha saído de casa e não tinha voltado mais.

Se isso não já fosse o suficiente, o caso fica ainda mais bizarro. Ninguém foi checar se ele estava em casa e os vizinhos não notaram nada de errado porque a mãe continuava vivendo nessa mesma casa. E ela não tem nada a ver com a morte do filho, ela genuinamente acreditava que ele tinha saído de casa e desaparecido.

Neste ponto do artigo podemos imaginar que você acredite que a mulher estava louca ou que você nunca perderia um cadáver na sua casa. Mas e se fosse o caso de você ter tanta bagunça acumulada que o cheiro de um corpo em decomposição passa completamente despercebido? A mulher há anos não arrumava nenhum cômodo da casa, além de não jogar absolutamente nada fora, o que resultou em pilhas de objetos e lixo acumulados.


Blind woman who lived with dead son's skeleton for 20 years maybe didn't know he was there http://bit.ly/2cX9F83 
Os vizinhos disseram que Rita era uma mulher solitária, que andava de cabeça baixa e sequer respondia quando alguém a cumprimentava na rua. Ainda assim, não se sabe exatamente por que ela não viu que seu filho estava morto no quarto. A última vez que o homem foi visto vivo foi em 2008, mas a família contou que ele se afastou de todos e não o via há quase duas décadas. 

Segundo as investigações, Louis tinha uma doença terminal e estava empregado como motorista por um serviço local. Segundo testemunhas, o carro que ele usava (abaixo) estava estacionado na porta e não se movia desde outubro de 2007. Os ossos do homem foram encontrados em um momento em que Rita estava no hospital. De acordo com as autoridades, a cunhada da mulher, chamada Josette Buchman, foi até a casa para pegar peças de roupa para levar para ela.
Quando foi até um quarto no segundo andar, viu um esqueleto completamente vestido. O caso ocorreu no ano passado e foi concluído que Rita realmente não sabia que o filho havia morrido, já que tem 81 anos, é meio cega e realmente havia muita tralha acumulada na casa. 
Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário
Fotos: Twitter/Pixabay/Unsplash/Giphy


 mom may have lived with dead son's body for 20 years. Scary but true http://trib.al/PsdKOGw  Please Retweet @JoeRockWBAB


Compartilhe:

Michel Belli

Poste um Comentário: