Levantamento mostra países que são "ímas" de profissionais estrangeiros; atração do 1º do ranking cresceu quase 8% em um ano

Se você pudesse trabalhar no exterior, para qual país gostaria de ir? Um novo levantamento do site de emprego Indeed.com, que recebe mensalmente 200 milhões de visitantes de todo o mundo, apresenta os destinos mais cobiçados por quem deseja fazer carreira internacional. Feito a pedido da revista “Forbes”, o ranking abrange 49 países e se baseia em dados coletados entre abril e setembro de 2017.


Os Estados Unidos conquistaram o primeiro lugar da lista: de todas as buscas por emprego feitas por usuários do Indeed.com no período analisado, mais de 37% miravam vagas em território norte-americano. O número representa um crescimento de quase 8% em relação ao mesmo índice em 2016.

Ainda assim, o aumento da preferência pelo país não foi homogêneo. Na Rússia, por exemplo, a busca por trabalho nos Estados Unidos diminuiu mais de 10% do ano passado para cá; na Argentina e na Venezuela, o interesse pelo mercado norte-americano caiu em aproximadamente 9%.

Dos 10 destinos mais cobiçados por expatriados, só um pertence à América Latina — o México (foto), que conquistou o 3º lugar no ranking e deixou para trás países como Austrália, Suíça e Alemanha. Na outra ponta, no ranking dos países menos procurados por profissionais estrangeiros, aparecem Israel (0,05%), Venezuela (0.06%) e Grécia (0,08%).

Já as nacionalidades que mais procuram emprego além das fronteiras são de Omã (57,7%), Kuwait (47%) e Venezuela (47%). Entre os que menos buscam trabalho no exterior, estão o Japão (0,7%) e — surpresa? — o Brasil (2,7%).

Confira a seguir os 10 países mais procurados por quem deseja trabalhar fora:

1. Estados Unidos

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2017: 37,3%

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2016: 29,6%

Diferença 2016-2017: +7,7%

2. Reino Unido

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2017: 10,5%

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2016: 12,7%

Diferença 2016-2017: -2,2%

3. Canadá

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2017: 6,9%

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2016: 9,5%

Diferença 2016-2017: -2,6%

4. México

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2017: 3,6%

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2016: 2,4%

Diferença 2016-2017: +1,2%

5. Austrália

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2017: 3,4%

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2016: 3,2%

Diferença 2016-2017: +0,3%

6. Alemanha

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2017: 3,3%

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2016: 4,2%

Diferença 2016-2017: -0,9%

7. Suíça

    Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2017: 3,1%

    Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2016: 4,5%

    Diferença 2016-2017: -1,4%

9. França

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2017: 2,6%

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2016: 3,7%

Diferença 2016-2017: -1,1%

10. Espanha

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2017: 2,5%

Porcentagem de estrangeiros buscando emprego no país em 2016: 2,2%

Diferença 2016-2017: +0,3%

Compartilhe:

Karina Faris

Poste um Comentário: