Em um momento de tensão entre Estados Unidos e Coreia do Norte, qualquer movimento mais brusco pode gerar pânico na população.

Em um momento de tensão entre Estados Unidos e Coreia do Norte, qualquer movimento mais brusco pode gerar pânico na população. E foi mais ou menos isso que aconteceu neste sábado (13) no estado norte-americano do Havaí: moradores e turistas receberam de repente um alerta de ataque envolvendo um míssil que ia em direção ao local.


Notificações dos smartphones e anúncios interrompendo a programação da TV avisavam que uma "ameaça de míssil balístico" estava a caminho do Havaí, que era preciso "buscar abrigo imediatament" e que "isso não era um teste".

Muita calma nessa hora
Acontece que não existiu qualquer ameaça. Rapidamente, a Agência de Gerenciamento de Emergências do Havaí foi às redes sociais para desmentir o alerta. O problema é que alguns dos comunicados demoraram demais para chegar, e relatos em Twitter e Facebook falam de pessoas correndo nas praias para procurar um local para tentar se proteger.

O senador havaiano Brian Schatz confirmou com militares do local que tudo não passou de um "alarme falso baseado em um erro humano" e que os sistemas precisam de atualização. Porém, não há mais detalhes a respeito do que de fato aconteceu. Até o momento, o presidente Donald Trump não se pronunciou sobre o fato. 
Compartilhe:

Karina Faris

Poste um Comentário: