Quando você entra num site, ele também carrega códigos ocultos - e isso permite que Google e Facebook monitorem os seus passos por quase toda a internet

Um relatório da empresa de segurança alemã Ghostery informa que 77,4% dos sites rastreiam seus visitantes. Ou seja, quase oito em cada dez sites usam coletam dados sobre você na internet.


Os dois principais rastreadores são o Google e o Facebook, cujo principal negócio é a publicidade digital. Quando você acessa um site cujos banners são administrados pelo Google, ou pelo Facebook, eles ficam sabendo – mesmo que aquela página, aparentemente, não tenha nada a ver com nenhum dos dois.

O maior sistema é o do Google, que está presente em 60,2% das páginas da internet, contra 27,1% do Facebook.


Cada site utiliza vários rastreadores ao mesmo tempo. Cerca de 40% dos sites têm entre dois e nove rastreadores, enquanto 16,2% têm mais de dez. A ferramenta de detecção de dados mais usada na internet é a do Google Analytics, que dá diversos tipos de informação sobre os dispositivos que são usados para acessar uma página web, como modelo do aparelho, operadora de internet, idade, localização e tempo médio de visita ao site.
Em segundo lugar, aparece o Facebook Connect, usado para captar informações e facilitar o compartilhamento de páginas na rede social. A Ghostery analisou dados referentes a 850 mil pessoas e 400 milhões de visitas a páginas.

Existem plug-ins para o navegador que prometem impedir o monitoramento, como o Disconnect, o Privacy Badger e o próprio Ghostery.

Compartilhe:

Karina Faris

Poste um Comentário: