Acreana garantiu o primeiro lugar após disputa acirrada com Kaysar, que levou 39,33% dos votos, e família Lima, que teve apenas 3% na terceira colocação

Ela tem 21 anos, é de origem humilde e foi a primeira da família a concluir o ensino médio e entrar para a faculdade. A acreana Gleici não imaginava chegar onde chegou. Campeã do Big Brother Brasil 2018 com 57,28% dos votos, ganhou R$ 1,5 milhão e ficou conhecida no país inteiro, além de conquistar uma torcida gigante.


A acreana enfrentou seu primeiro paredão com a biomédica Jaqueline e o sexólogo Mahmoud. Depois, passou por outros três paredões, eliminando o empresário Lucas, Mahmoud e o escritor Diego. Faltando três dias para a final do BBB18, Gleici garantiu sua vaga após a formação do último paredão, quando Kaysar conquistou a liderança, indicando Paula, e a empresária escolheu a família Lima para a berlinda.

Quando entrou no BBB, Gleice afirmou que iria se esforçar para não ser a mocinha da casa. “As pessoas falam que tenho um jeitinho meigo, mas, quando quero alguma coisa, vou atrás e luto muito. Para defender uma ideia, uso todos os argumentos, ninguém me vence. Eu sempre quero ganhar uma discussão”, assumiu, antes de ingressar na casa.

A estudante é ativista de direitos humanos e militante da Juventude Negra. Defende o feminismo por tudo que viu a mãe passar. Se considera polêmica, pois sempre tenta fazer valer a sua opinião e defende enfaticamente seus pontos de vista. Mas, ao mesmo tempo, diz ter um lado meigo e doce. “Tudo o que passei na vida não me permite baixar a cabeça".

Gleice parece mesmo ter dado a 'real' sobre sua personalidade. Aos poucos, conquistou quase todos os confinados e o público fora da casa. De opinião forte, protagonizou cenas que incendiaram a internet, entre elas, seu retorno "triunfal' à casa após uma falsa eliminação no paredão em que disputou a permanência no programa com a empresária Paula e o sexólogo Mahmoud.

Ao retornar imune à casa, repetiu a famosa frase "vocês não sabem o prazer que é estar de volta", usada por Clara ao rever seus inimigos na novela O outro lado do paraíso e teve uma discussão séria com Patrícia. Além da imunidade, o paredão falso garantiu à estudante o direito de indicar alguém ao verdadeiro paredão. A escolhida foi a cearense, eliminada com 94,26% dos votos.

Durante o confinamento, Gleice se envolveu com o artista visual Wagner. Os dois se deram bem logo no início do programa. A acreana contou sua história de vida a ele. Falou sobre a infância difícil, chorou, mas garantiu que não queria que ninguém ali sentisse pena dela. Quando Wagner foi eliminado, os dois prometeram se encontrar fora da casa.

Compartilhe:

Karina Faris

Poste um Comentário:

0 comments so far,add yours